fbpx
  • Causas e tratamento da cervicalgia

    Causas e tratamento da cervicalgia

    O que é cervicalgia?

    A cervicalgia é uma dor nas vértebras cervicais. Ela pode ser crônica, quando dura várias semanas ou aguda, quando dura alguns dias. A sua forma mais conhecida é chamada de torcicolo. Esta condição pode até parecer boba, mas afasta muitas pessoas de suas atividades rotineiras, como trabalho, academia e horas de lazer. A doença atinge muito mais as mulheres do que os homens.

    Geralmente, esta condição é o resultado de traumas no pescoço, como movimentos bruscos, má acomodação na hora do sono ou permanecer por muito tempo em uma posição forçada.

    A região cervical possui conexão direta e indireta com diversas partes do corpo, entre elas estão: a cabeça, ombro, caixa torácica e a região lombar.

    Entendendo a coluna cervical

    A coluna cervical é composta por sete vértebras, todas ligadas por músculos e ligamentos. Esta composição forma a ponte óssea entre a cabeça e o tronco, ela controla os movimentos da cabeça e assegura a sua sustentação. É a porção mais frágil da coluna vertebral.

    Sintomas da cervicalgia

    A cervicalgia pode se manifestar na forma de alguns sintomas. Lembrando que se você sentir um ou mais sintomas descritos, o médico precisa ser consultado. Confira:

    • Dor na nuca que pode irradiar para os ombros ou braços;
    • Rigidez na nuca;
    • Desconforto nos movimentos da cabeça;
    • Dores de cabeça;
    • Tonturas;
    • Formigamento no pescoço
    • Quando a dor se situa de um só lado e se espalha para o ombro ou braço, ela é chamada de nevralgia cervicobraquial.
    • Mudanças na postura;
    • Alteração da musculatura na área;
    • Alteração de força, sensibilidade e dormência no braço ligado ao local da cervicalgia.

    Quando a dor cervical dura mais do que alguns dias é necessário procurar por ajuda médica. Se ela vem acompanhado por algum outro sintoma neurológico, como modificações na sensibilidade ou força muscular, o problema pode ser mais sério. Infecções na coluna, tumores, fraturas e compressões da medula espinhal são alguns exemplos.

    Causas da cervicalgia

    A cervicalgia pode ter diversas causas, entre elas temos:

    • Lesões musculares ou articulares: esta é a razão mais comum da doença aguda. Ele pode ser causada pela má postura ou algum movimento brusco;
    • Traumatismo cervical: um choque violento na nuca. Isto pode acontecer em algumas situações, como um acidente de carro ou em um mergulho mal feito, por exemplo;
    • Doenças infecciosas: estes são casos mais raros, como disfunção reumática ou tumoral;
    • Artrose das vértebras cervicais: um dos motivos da cervicalgia crônica;
    • Hérnia cervical;
    • Estresse: causa a rigidez muscular;
    • Mau condicionamento físico;
    • Má postura;
    • Obesidade;
    • Envelhecimento;
    • Estenose;
    • Fraqueza abdominal;
    • DDD (Doença Degenerativa Discal).

    Tratamento

    Em um primeiro momento, o tratamento da cervicalgia busca aliviar a dor com analgésicos ou anti-inflamatórios. Os profissionais também aconselham aplicar calor na área dolorida para avaliar o incômodo. Em alguns casos, é recomendado o uso do colar cervical, contudo só use por alguns dias já que o movimento do pescoço acelera a cura.

    Para quem possui a condição recorrentemente, o ideal é apostar em sessões de reabilitação e de musculação da nuca com fisioterapia e pilates para reforçar as vértebras cervicais.

    Quando a cervicalgia está relacionadas com questões emocionais, como estresse, o tratamento psicológico é indispensável.

    Além dos remédios, os principais tratamentos para esta doença são:

    • Fisioterapia;
    • Pilates;
    • Massoterapia;
    • Quiropraxia;
    • Acupuntura;
    • Alongamento diário.

    A cervicalgia e a postura

    As alterações na postura têm grande responsabilidade por boa parte dos dores na área cervical devido aos encurtamentos musculares na área. As dores podem ser piores após dormir em posturas inadequadas ou ao executar um movimento brusco.

    Quem possui a cervicalgia precisa evitar algumas posturas para reduzir ou acabar a dor. Entre elas, estão:

    1. Sentada ou deitada com flexão de cabeça mantidas por longos períodos. Comuns durante leituras, assistir televisão e mexer no computador.
    2. Inclinação lateral da cabeça e elevação do ombro ao atender ao telefone, quando coloca o apoio do aparelho entre a cabeça e o ombro.
    3. Utilização do membro superior em elevação durante muito tempo também deve ser evitado. Postura comum entre os cabeleireiros, garçons e outros.

    Quando estiver nestas posições, pare a cada 50 minutos para fazer um alongamento muscular e neural nestas regiões.

    Travesseiro e colchão para quem sofre da cervicalgia

    Como falamos acima, a posição para dormir tem uma grande influência na dor da cervicalgia. Mas será que o tipo de travesseiro e colchão também fazem diferença para quem sente dores na região do pescoço e nuca? Sim, e muita.

    Para um bom alinhamento da coluna vertebral, o colchão deve ser semi-ortopédico e com a densidade apropriada para cada indivíduo. Já o travesseiro não pode ser alto e nem deixar a cabeça fora do alinhamento. Também evite dormir de bruços, já que esta posição pode causar uma rotação cervical e gerar um desalinhamento entre as colunas cervical, dorsal e lombar.

    Exercícios de pilates para quem tem cervicalgia

    Para você entender um pouco melhor como o pilates pode aliviar o desconforto desta condição, separamos os principais exercícios de tratamento da cervicalgia. Confira:

    Mas, por que o pilates pode fazer tanta diferença no tratamento da cervicalgia? Esta atividade física trabalha com a estabilização e mobilização da coluna, melhorando a sua função nervosa e vascular. Além disso, corrige a postura, organizando a cabeça e o pescoço e aprimorando a consciência corporal e diminuindo o risco de lesões e recidivas. O pilates também melhora o ritmo escapulo-umeral, corrigindo movimentos compensatórios e diminuindo assim a sobrecarga na região cervical.

    Por último, o exercício trabalha com com a respiração associada à ativação do power house, o que promove o equilíbrio muscular, a fim de restabelecer o alinhamento do corpo como um todo, e assim melhorando a dor cervical.

    Fonte: http://www.institutopilates.com.br/cervicalgia-cura-sintomas-causas-e-fisioterapia/